O que avaliar na hora de escolher uma instituição de ensino? 

O que avaliar na hora de escolher uma instituição de ensino? 

O que avaliar na hora de escolher uma instituição de ensino? 

A saída da escola e a entrada no ensino superior não é uma transição fácil. Várias dúvidas surgem na hora de escolher uma graduação, e as aflições que antecedem as provas do vestibular também são muitas. No entanto, outra dúvida acaba pairando na cabeça dos jovens neste momento: a escolha de uma instituição de ensino superior.

Muitas são as informações disponíveis e acaba sendo difícil saber onde encontrar as fontes que asseguram a qualidade das instituições que estão sendo avaliadas.

Neste momento, a atuação dos familiares e amigos mais experientes pode ser determinante para ajudar o jovem a avaliar quais quesitos devem ser priorizados na hora de escolher uma formação de qualidade. Afinal, quem já está inserido no mercado de trabalho sabe o quanto uma instituição com corpo docente qualificado, com infraestrutura de ponta e que dispõe de programas internacionais pode ser decisiva para dar início a uma carreira profissional de sucesso.

Para ajudar os jovens neste importante momento e nesta difícil escolha, confira quais são os quatro principais pilares que devem compor uma instituição de ensino superior de qualidade:

Qualidade acadêmica: é preciso verificar se a instituição é composta por professores mestres e doutores que, aliados a essa profunda base teórica, possuem atuação prática no mercado de trabalho. São eles que darão todo o suporte a uma formação de qualidade.

Infraestrutura: em um momento em que a tecnologia avança rapidamente, é preciso que os alunos já tenham contato com o que há de mais inovador dentro de sala de aula, para que cheguem ao mercado cada vez mais preparados. Sendo assim, os laboratórios e salas de aula da instituição devem dispor de equipamentos e recursos multimídia atualizados. Além disso, é importante que a biblioteca também possua obras contemporâneas que proporcionem suporte teórico à prática inovadora. Por fim, as áreas de convivência também são extremamente relevantes para tornar a experiência universitária ainda mais completa.

Suporte ao aluno: sabe-se que as aflições da entrada no ensino superior não acabam com o início das aulas. Sendo assim, é importante que a instituição possua áreas de suporte ao discente, para garantir que seu desempenho acadêmico não seja prejudicado pelo período difícil de transição. Além deste auxílio no início da graduação, a instituição deve ofertar apoio para o aluno que está quase se formando, prestes a entrar no mercado de trabalho. É extremamente importante que a instituição dê todas as ferramentas para que o estudante consiga se apresentar ao mercado profissionalmente e tenha acesso a oportunidades de estágios, programas de trainee e empregos. 

Programas internacionais: a qualidade da educação em um mundo globalizado também pode ser avaliada de acordo com alguns benefícios oferecidos. Jornadas com alunos para outros países, visitas a empresas estrangeiras, como a Google, programas de intercâmbio, práticas e aulas em línguas estrangeiras e projetos colaborativos com outras instituições do mundo são importantes iniciativas para a formação profissional de um cidadão global. Uma importante dica para avaliar se a instituição realmente oferta todos esses quesitos fundamentais para uma formação de qualidade é fazer uma visita ao campus. Hoje em dia, instituições de qualidade, como as faculdades DeVry Brasil, abrem as portas aos jovens para que conheçam todas estas iniciativas em pleno funcionamento. Esta é uma excelente oportunidade para que o estudante possa fazer a sua avaliação de perto. Conferindo como é a experiência proporcionada pela DeVry, o estudante tem mais chances de fazer ume escolha esclarecida e assertiva. 

Relacionadas

Design Gráfico: da criatividade ao empreendedorismo
Nove cursos de Graduação em Fortaleza são conceituados pelo Guia do Estudante