Jornalismo: profissão dinâmica e cheia de novidades

Jornalismo: profissão dinâmica e cheia de novidades

As habilidades primordiais que fazem o jornalista continuam as mesmas – capacidade de entrevistar, imparcialidade e muito jogo de cintura na hora de retratar a realidade. Mas é certo que, durante os últimos anos, a chegada de plataformas móveis (como os tablets) minou o caminho do Jornalismo. Porém, para aqueles que estavam prontos, a novidade ampliou a possibilidade de atuação desses profissionais.

Para professora Dra. Talita Rampazzo Diniz, jornalista e coordenadora dos cursos de Comunicação na DeVry | FBV, “quem escolhe o Jornalismo como profissão precisa estar preparado para atuar em diferentes frentes de trabalho”. Segundo a Especialista, os estudantes do século XXI necessitam de algumas habilidades para garantirem a inserção no mercado profissional da área:

1) receber uma formação que ensine técnicas de produção, redação, edição e distribuição de conteúdos jornalísticos e de comunicação em geral para as mais variadas mídias e plataformas;

2) conhecer estratégias para se comunicar e se relacionar bem com a imprensa, já que muitos jornalistas, depois de graduados, são contratados como gerentes de comunicação, assessores de imprensa, consultores de imagem e até marqueteiros;

3) desenvolver espírito empreendedor alinhado à lógica do trabalho colaborativo, participativo e em rede, uma vez que estão surgindo espaços para o jornalismo fora das grandes empresas – e a tendência para os próximos anos é que eles cresçam.  

A DeVry Brasil está ligada nas novidades do Jornalismo. Nossas instituições oferecem uma grade curricular atualizada e correspondente com as necessidades da área: desde o ensino de técnicas de redação para múltiplas plataformas até a aplicação de estratégias do empreendedorismo. Quanto mais conhecimento, mais reconhecimento: conheça o mundo novo que a DeVry oferece para você e, caso tenha dúvidas, entre em contato conosco, estamos no número 4020.4900. 

Relacionadas

Alunos de Engenharia criam robôs para competição nacional